Cuidados com cabelo em transição

Se você já ouviu falar sobre a transição capilar, sabe que esse é um momento difícil e que pode ser bastante delicado na vida das mulheres. Por isso, se você decidiu enfrentar essa mudança, é bom conhecer os cuidados com cabelo em transição para ter melhores resultados.

Pois bem, para quem não sabe, transição capilar nada mais é do que o período em que uma pessoa decidi abandonar os tratamentos químicos que eram realizados no cabelo, para poder dar espaço ao cabelo natural, que pode ser crespo, cacheado ou ondulado.

Essa etapa é chamada de transição, visto que o cabelo ainda tem partes com química, que se misturam a partes naturais, apresentando duas diferentes texturas.

Assim, não é incomum que ele fique mais difícil de controlar e também mais sensível, sendo essencial procurar alternativas para que ele fique mais forte e menos sensibilizado.

A transição é um processo mais comum em mulheres, mas também pode ser feita por homens que costumavam usar química.

Então, vamos conhecer quais são os cuidados com cabelo em transição que você deve adotar:

  • Corte

Quando você desiste da química, os cabelos novos que estão crescendo irão ficar completamente naturais, fazendo com que seus fios ganhem uma textura que ainda é indefinida.

Independentemente do seu processo de crescimento, que pode ser mais rápido ou mais lento, a parte que era alisada só vai sair na tesoura mesmo.

Isso não significa que você tenha que fazer um mega corte para tirar todo o cabelo quimicamente tratado de uma só vez. No entanto, é essencial fazer cortes periódicos para ter melhores resultados.

  • Nutrição

Quem está restaurando seus cabelos cacheados preciso saber que hidratação e nutrição são fundamentais. Por isso, vá testando produtos e tratamentos, para entender quais são os que funcionam melhor para você.

Realizar a umectação com óleos vegetais também é ótimo, sendo que o óleo de coco é um dos mais utilizados. Um ótimo produto para nutrir e fortalecer os cabelos é o hair power, ele ajuda a melhorar a qualidade dos fios e diminuir a queda.

  • Shampoo e condicionador

Mesmo que você faça tratamentos profundos, como a umectação, é muito importante escolher com o que vai tratar os cabelos no dia a dia. Isso porque os produtos utilizados devem estar de acordo com o seu período de transição.

Assim, opte por aqueles que ajudem a limpar e hidratar os cabelos com suavidade, para cuidar dos novos cachos que estão chegando.

  • Texturização dos fios

Para a fase em que os fios ainda apresentam duas texturas, a dica é nunca deixar a finalização de lado. Dessa forma é possível deixar os cachos mais definidos e bonitos, além de mantê-los por mais tempo.

As técnicas de texturização são muitas, mas a regra é a mesma: sempre experimente para saber o que melhor se adapta às suas necessidades!

 

Dicas para se prevenir e tratar a próstata aumentada

Se chegou até aqui a procura de dicas para se prevenir e tratar a próstata aumentada, então, veio ao lugar certo. Confira tudo isso nesse artigo.

A hiperplasia prostática ou próstata aumentada, é um inchaço na glândula, obstruindo parcialmente ou totalmente a uretra.

Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) feita com mais de 10 mil homens em 11 estados brasileiros, 65% deles têm indícios de próstata aumentada, e no mundo todo esse número chega a 72%, o que é bem preocupante.

Vale saber que a chance de um homem apresentar próstata aumentada dobra a cada década do homem, sendo a doença mais comum da próstata.

Embora a doença comece silenciosa, ela vai aumentando, aos poucos, a frequência de urinar e, com o tempo, acaba causando dor e uma sensação de que a bexiga nunca se esvazia, interferindo na qualidade de vida do homem.

Sem dúvida, o principal sintoma da próstata aumentada é o aumento da frequência para urinar.

Principais causas da próstata aumentada

Dentre as principais causas que favorecem o crescimento da próstata, estão:

  • Diabetes,
  • Fatores genéticos,
  • Obesidade
  • Tabagismo

Por isso, é tão importante procurar levar uma vida saudável, com uma alimentação equilibrada e com a prática regular de exercícios físicos.

Como prevenir próstata aumentada

Existem formas, sim, de prevenir, ou diminuir as chances de ter o problema como, primeiramente, procurando ir ao urologista frequentemente, após os 40 anos.

Outra dica para prevenir é procurar levar uma vida mais saudável, apostando em uma alimentação equilibrada e evitando álcool e cigarro.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da próstata aumentada é feito pela história clínica do paciente e através do toque retal.

Em alguma casos, ainda, é necessário realizar alguns outros exames, como o ultrassom e o estudo urodinâmico.

Como tratar próstata aumentada

Nos casos mais leves da doença, é possível seguir um tratamento com medicamento.

Infelizmente, 30% dos pacientes com próstata aumentada precisam recorrer à cirurgia para reduzir o tamanho da próstata. Por isso é super importante prevenir, e o melhor suplemento natural para prevenção do doenças de próstata é o evo prost, além dele prevenir, ele ainda trata algumas doenças de próstata.

A cirurgia pode ser tradicional e a laser.

Enquanto na cirurgia tradicional é preciso fazer a ressecção transuretral convencional, para retirada de um fragmento da próstata pela uretra.

Na cirurgia a laser, que é o tratamento mais avançado no Brasil, ela é feita vaporizando a próstata. Por não ser uma cirurgia invasiva e sem limite para o volume de próstata, aumenta o número de pessoas beneficiadas pela cirurgia.

Tratamento natural

Vale considerar que, além do tratamento com medicamentos, é possível recorrer á natureza, utilizando extratos naturais para ajudar a aliviar mais rapidamente os sintomas da próstata aumentada.

Mas, atenção, este tipo de tratamento não deve substituir o tratamento indicado pelo médico, devendo apenas completá-lo para aliviar os sintomas.