Saiba Como Surgem as Varizes e Dicas Para Tratar

As varizes são aquelas veias que se destacam por estarem dilatadas e tortuosas. Podem apresentar uma coloração rosada, azuladas ou arroxeadas, grossas ou fininhas (vasinhos) dependendo do estado de evolução em que se encontram.

Apesar de ser uma doença muito antiga, atualmente o número de pessoas que se queixam deste problemas tem aumentado bastante.

Talvez este aumento, seja devido as rotinas da vida moderna, que acabam exigindo sempre mais e mais das pessoas.

As varizes além de comprometer o aspecto estético, que incomoda muito, principalmente as mulheres, podem comprometer a saúde com consequências desagradáveis.

As mulheres são as que mais apresentam este problema, em torno de 45%. O local mais atingidos são as pernas, mas podem surgir em várias outras partes do corpo.

Por que surgem as varizes?

A circulação do sangue no nosso corpo exige um esforço enorme para vencer a gravidade e completar o processo de expandir por todo o corpo e retornar ao coração.

Com o passar do tempo as veias ficam extenuadas e fica cada vez mais difícil cumprir a sua função.

Muito antes dos sintomas aparecerem a doença já está instalada.

Por isso quando surgir a primeira suspeita o ideal é buscar orientação com um especialista. Mas existem cremes como o Varioff que ajuda a combater as estrias.

As varizes podem surgir por vários motivos:

  • Hormonais

Esta é uma das razões por que as varizes são mais comuns nas mulheres. As mulheres passam por várias transformações hormonais durante a vida.  Adolescência, ciclos menstruais, anticoncepcionais, gestação, menopausa etc.

Além de outros medicamentos que podem mexer no processo hormonal.

  • Genéticos

O fator genético é de grande influência no desenvolvimento das varizes.

  • Sedentarismo

Falta de exercícios podem contribuir para atrofiar os músculos prejudicando assim o sistema circulatório.

  • Obesidade

O excesso de peso é prejudicial à saúde de um modo geral. O sobre peso comprimi os vasos dificultando a circulação do sangue.

  • Tabagismo

O cigarro aumenta a grossura dos vasos diminuindo a quantidade de oxigênio no sangue elevando a pressão arterial.

  • Posição do corpo

O surgimento das varizes são muito comuns nas pessoas que permanecem por muito tempo na mesma posição (sentado ou em pé por exemplo).

Passar muito tempo na mesma posição aumenta a pressão das veias dificultando a circulação do sangue principalmente nos membros inferiores.

Muitas vezes estas situações são impostas pelo ambiente de trabalho, mas é de vital importância mudar de posição no mínimo a cada 2 horas.

Se você passa muito tempo sentado, por exemplo (8 horas), uma pequena caminhada, mesmo dentro do ambiente de trabalho pode ajudar muito na circulação.

Dicas para evitar queda em cabelos em transição

Se você já ouviu falar sobre a transição capilar, sabe que esse é um momento difícil e que pode ser bastante delicado na vida das mulheres. Por isso, se você decidiu enfrentar essa mudança, é bom conhecer os cuidados com cabelo em transição para ter melhores resultados.

Pois bem, para quem não sabe, transição capilar nada mais é do que o período em que uma pessoa decidi abandonar os tratamentos químicos que eram realizados no cabelo, para poder dar espaço ao cabelo natural, que pode ser crespo, cacheado ou ondulado.

Essa etapa é chamada de transição, visto que o cabelo ainda tem partes com química, que se misturam a partes naturais, apresentando duas diferentes texturas.

Assim, não é incomum que ele fique mais difícil de controlar e também mais sensível, sendo essencial procurar alternativas para que ele fique mais forte e menos sensibilizado.

A transição é um processo mais comum em mulheres, mas também pode ser feita por homens que costumavam usar química.

Então, vamos conhecer quais são os cuidados com cabelo em transição que você deve adotar:

  • Corte

Quando você desiste da química, os cabelos novos que estão crescendo irão ficar completamente naturais, fazendo com que seus fios ganhem uma textura que ainda é indefinida.

Independentemente do seu processo de crescimento, que pode ser mais rápido ou mais lento, a parte que era alisada só vai sair na tesoura mesmo.

Isso não significa que você tenha que fazer um mega corte para tirar todo o cabelo quimicamente tratado de uma só vez. No entanto, é essencial fazer cortes periódicos para ter melhores resultados.

  • Nutrição

Quem está restaurando seus cabelos cacheados preciso saber que hidratação e nutrição são fundamentais. Por isso, vá testando produtos e tratamentos, para entender quais são os que funcionam melhor para você.

Realizar a umectação com óleos vegetais também é ótimo, sendo que o óleo de coco é um dos mais utilizados. Um ótimo produto para nutrir e fortalecer os cabelos é o Folixil, ele ajuda a melhorar a qualidade dos fios e diminuir a queda.

  • Shampoo e condicionador

Mesmo que você faça tratamentos profundos, como a umectação, é muito importante escolher com o que vai tratar os cabelos no dia a dia. Isso porque os produtos utilizados devem estar de acordo com o seu período de transição.

Assim, opte por aqueles que ajudem a limpar e hidratar os cabelos com suavidade, para cuidar dos novos cachos que estão chegando.

  • Texturização dos fios

Para a fase em que os fios ainda apresentam duas texturas, a dica é nunca deixar a finalização de lado. Dessa forma é possível deixar os cachos mais definidos e bonitos, além de mantê-los por mais tempo.

As técnicas de texturização são muitas, mas a regra é a mesma: sempre experimente para saber o que melhor se adapta às suas necessidades!